3° Encontro – 15/09/2008

Neste encontro introduziu-se o conto policial na comunidade, e foi um avanço importante para que se pudesse dispor de textos mais longos.

Textos Trabalhados

O Último Cuba-Libre – Marcos Rey

Carnaval de Antigamente – Tecia Montenegro

Presença: 4 integrantes

O “multiálogo” foi bastante produtivo. Seguem as observações feitas ao longo do encontro.

1) O conto eleito como melhor foi o de Marcos Rey.

2) Uma característica desse texto criticada pelos jovens leitores foi a subjetividade do autor e a existência de muitos comentários dispensáveis. Afirmaram que gostariam de uma leitura mais direta, objetiva.

3) Os integrantes inspiraram a confiança necessária para a leitura de textos mais longos.

4) Perguntou-se se eles, durante a leitura, desconfiaram de algum personagem que pudesse ter cometido o crime. Eles disseram que não pensaram em ninguém porque começaram a ler e não deram importância a essa prática, não tiveram um tempo para pensar a respeito. Concluiu-se que tal momento deve existir para uma maior reflexão e vivência do conto policial.

5) O segundo conto não foi tão explorado.

Uma atividade para exercitar o vocabulário foi proposta. Os integrantes escolhem qualquer palavra; retiram três consoantes e essas servirão de sigla para outras palavras que eles formarão (ver Pasta Azul). Ex.: CasTaNha – CorTiNa – CoToNete.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: